Blog

Home Blog Inbound Marketing Como definir objetivos de marketing?

2019 começou, muitos sonhos na cabeça, expectativas a mil... mas e agora, o que fazer?

Como definir objetivos para um ano melhor no meu negócio?

Isso realmente não é uma tarefa fácil. Muitas vezes, ficamos pensando de que forma queremos que a nossa empresa esteja, para onde ela está indo, onde nosso negócio vai estar em 5 anos, mas não conseguimos definir com clareza o ponto de partida para agir.

Para ajudar você a começar o seu planejamento de marketing e definir quais objetivos você deve buscar (e alcançar!), listamos alguns dos objetivos mais comuns para direcionar seus esforços de marketing.

1. Gerar leads qualificados

Um dos primeiros objetivos que toda empresa que pensa é o de gerar leads qualificados. Você precisa definir qual perfil de público quer atrair e, por consequência, descobrir qual é o melhor canal para atingir esse público.

Gerar leads é um objetivo intermediário, que antecede a venda, já que nem todo público que precisa do seu serviço está disposto a comprar naquele momento. Gerando leads, você tem a oportunidade de se relacionar com o público que ainda não está pronto e fazê-lo avançar até o ṕrocesso de compra.

2. Vender para leads

Logo depois de gerar leads qualificados, você vai querer vender para eles. Porém, nem todo lead que entra na sua base está pronto para comprar: você precisa conduzi-lo pela jornada que ele fará através dos pontos de contato com a sua marca.

Você precisa absorver o conhecimento adquirido do seu processo de vendas e saber como qualificar esses leads, de forma a não perder tempo com leads que nunca comprarão e, ainda, não perder o timing com os leads que já estão prontos para comprar.

Mapeando esses pontos, você define o processo de abordagem dos leads e pode conseguir vender para eles com mais facilidade.

3. Ser referência

Nada melhor do que bater no peito e dizer que a sua empresa é referência no seu mercado. Isso deixa qualquer empresário motivado e os colaboradores orgulhosos de fazer parte da equipe.

Para você se tornar uma referência, as pessoas precisam falar de você e você precisa aparecer mais, com conteúdo relevante, com produtos e serviços que sejam pensados para o cliente. Tudo isso, alinhado à visão de longo prazo da empresa, faz com que sua marca tenha menos dificuldade em vender do que os concorrentes.

Ser referência no seu segmento é adquirir relevância, o que gera confiança e credibilidade no momento de o cliente decidir por uma marca ou outra.

4. Otimizar conversões do funil

Esse objetivo é um dos mais importantes e bastante negligenciados pelas empresa. 

Muitos negócios apenas avaliam o gasto total em anúncios e o quanto retornaram em vendas, mas não mensuram os possíveis problemas ao longo do processo de compra.

Olhar apenas para o início e fim do funil é perigoso, pois você não consegue identificar oportunidades de melhoria, fazer testes e aprimorar os resultados.

Otimizar a conversão do funil de marketing e vendas é avaliar cada etapa a fim de melhorar as taxas de conversão por blocos, fatiando os problemas e agindo pontualmente no que precisa ser melhorado.

5. Aumentar a produtividade

O aumento de produtividade aumenta os lucros do negócio à medida em que você faz mais com menos.

Você pode usar tecnologias que melhorem o desempenho das suas ações, otimizar taxas de conversão, melhorar o processo de vendas, saber quais canais estão dando mais resultado e diminuir o esforço para obter o mesmo ou maior ROI e assim por diante.

Muitas vezes, a empresa tende a querer apenas aumentar a receita e acaba não fazendo o trabalho interno adequadamente, e o dinheiro vai pelo ralo.

6. Reduzir o CAC

CAC, ou Custo de Aquisição de Clientes, é um indicador muito valioso para qualquer empresa. Se você sabe o seu CAC, a projeção de crescimento se torna matemática, mais lógica e menos no feeling.

Algumas formas de reduzir o CAC são:

  • entender o custo por lead
  • entender o custo por vendas
  • saber o custo de cada canal de aquisição
  • saber quais clientes são mais lucrativos
  • comparar CAC com LTV

O LTV, sigla para LifeTime Value, significa o tempo de vida que o seu cliente permanece como cliente e o valor que ele traz para sua empresa ao longo desse período.

Dessa forma, entendendo as particularidades do funil e da jornada de compra do seu negócio e fazendo os ajustes necessários, você consegue obter ganhos de produtividade e receita.

7. Mensurar resultados

Esse deveria ser um objetivo intrínseco de toda e qualquer ação, seja de marketing ou não, dentro de um negócio.

Você precisa criar e nutrir uma cultura de análise de todos os resultados dos seus esforços de marketing, saber quanto gastou, como gastou e quais os resultados vieram desse esforço e investimento.

8. Fidelizar clientes

A grande maioria das empresas promove ações de marketing sem saber exatamente o que esperar desses canais e acaba esquecendo dos clientes atuais, que podem ser uma excelente fonte de receita.

Você pode olhar com mais atenção para quem está na sua base de compradores e pensar como melhorar a recompra e quais estratégias você pode fazer para reter e vender mais para esses clientes.

É, no mínimo, 7x mais barato vender para um cliente atual do que conquistar um novo cliente. Além disso, a grande maioria dos mercados são finitos e, sabendo disso, você vai querer manter fidelidade do seu cliente por mais tempo.


Agora que você já sabe quais são os objetivos mais comuns dentro de um trabalho de marketing, você precisa fazer uma avaliação do seu negócio para compreender quais são as prioridades e decidir por onde começar.

Identifique quais objetivos fazem mais sentido para você e defina uma ordem de prioridade para executá-los.

Todos os objetivos acima são importantes e, invariavelmente, permearão sua estratégia de marketing. Porém, cabe a você identificar quais as tarefas merecem maior atenção para serem otimizadas e quais você precisa urgentemente começar a fazer.

Definidos os objetivos, você precisa incluí-los no seu planejamento de marketing e definir como será feito o acompanhamento da conquista deles.

Reflita sobre o seu negócio, crie as táticas conforme cada objetivo e faça o acompanhamento dessa caminhada. Sem objetivos definidos, sua empresa fica à mercê da sorte - e você não vai querer navegar sem rumo e gastar dinheiro à toa.

Comentários