Blog

Home Blog E-Commerce Começando no e-commerce com baixo investimento...

Um dos maiores dramas de quem está começando um projeto de e-commerce é não saber bem em que focar suas ações de marketing.

Existem muitos gurus da internet falando que é possível começar um e-commerce com zero investimento. 

Possível é, mas também é possível que isso não traga nenhum resultado financeiro. Então, o empreendedor contrata diversas ferramentas, não investe corretamente, e, em seguida, aparece aquela frase clássica que já ouvimos muito empresário falar: “e-commerce não dá resultado”.

Você pode estar começando no e-commerce, com baixo investimento e ter resultados sim.

Abaixo, listamos alguns trabalhos obrigatórios de marketing, que são de baixo investimento e que são os mais indicados para se começar. 


1. TUDO COMEÇA NA MARCA

Invista na percepção do seu público em relação ao seu negócio e se torne diferente dos demais. A grande maioria dos gestores não se atentam ao posicionamento de marca tampouco a sua identidade visual.

Todos os pontos de contato da sua marca com seu consumidor são importantes e negligenciar isso é diminuir a taxa de conversão do seu negócio, que no início, começará baixa.

A marca bem posicionada no mercado, condizente com o seu público em identidade e estratégia, é a base que fundamenta todo trabalho de marketing. Uma simples cartinha de agradecimento no papel timbrado ao post de Facebook com a linguagem correta e a identidade visual atraente fazem toda diferença.


2. VERBA DE MÍDIA

Quando você começa, ninguém te conhece. Logo, dificilmente alguém vai parar no seu site.

Existe uma infinidade de lojas virtuais no Brasil e, se você não chamar a atenção do seu público, não vai vender. O cliente não cai de paraquedas.

Então, o investimento em mídia é obrigatório desde o dia zero.

Mas qual mídia?

Bem, se você tem um e-commerce que vende produtos que outras lojas também vendem, é muito provável que já exista um público consumidor comprando esses produtos. Nesse caso, invista nos canais de Google.

O Google Shopping e o Google Ads para links patrocinados são as melhores opções, pois são as mais baratas para testar, otimizar e ajustar o investimento.

Por outro lado, se você tiver um produto produzido por você, que não tenha cópias, que seja único, provavelmente não há público pesquisando por esse produto ainda e você precisa gerar atração.

Nesse caso, investir nos principais canais de mídias sociais como Facebook e Instagram sejam boas opções, avaliando sempre a forma de se investir.

Cabe testar e fazer uma avaliação, após o período de testes, de quais dos canais tiveram melhor performance.


3. E-MAIL MARKETING

Seu maior patrimônio é sua lista de e-mail. Sabe por quê?

Porque a mensagem vai diretamente para a pessoa de quem você possui o endereço de e-mail. Além disso, você controla completamente o destino da mensagem e possui mais autonomia e liberdade de criar conteúdos segmentados e exclusivos.


CONCLUSÃO

No começo de um projeto de e-commerce, o empreendedor tem que fazer de tudo um pouco.

Se souber os atalhos para chegar aos resultados financeiros mais rápido, mais fácil será o início da jornada empreendedora, que apesar de lenta e difícil, pode ser muito promissora.

Tome cuidado com sua marca, invista em anúncios, monitore-os e não deixe de lado a sua lista de clientes existentes.

Essas são as formas mais baratas de começar e sobreviver.
Bons negócios!

Comentários